9 coisas para fazer antes de começar a reforma

Antes de iniciar uma reforma, há uma série de procedimentos que precisa ser respeitada para não colocar em risco seu investimento.

São providências burocráticas ou não que devem ser tomadas antes de iniciar a obra. Veja estas e nossas outras dicas para reforma!

Além de proteger seu investimento, algumas medidas evitam problemas lá na frente, além de atenuarem conflitos e desentendimentos no seu condomínio e entre vizinhos.

Claro que toda obra, por menor que seja, visa promover melhorias no seu imóvel. Então, os cuidados são primordiais e merecem atenção redobrada, antes e durante a reforma.

9 Coisas para fazer antes de começar a reforma

1. Comunicar o condomínio

Com um bom projeto em mãos, talvez a primeira atitude seja avisar o condomínio sobre a reforma que se pretende.

Mesmo que a obra seja num prédio e dentro do seu apartamento, a comunicação ao síndico é necessária não importando a magnitude.

2. Planejar e organizar

As reformas sempre acabam envolvendo entulho, poeira, barulho, sujeira e você não quer ser alvo de reclamações e críticas, certo?

Então fuja desta dor de cabeça e avalie todos os processos inerentes à sua obra de forma organizada e minuciosa.

Este planejamento vai se mostrar eficaz em todas as etapas desta empreitada.

3. Certificar-se do horário permitido para obras

O síndico pode ajudar garantindo que o regulamento para reformas do seu prédio, especificado nas assembleias, seja devidamente respeitado.

Um ponto que sempre gera discordâncias é quanto ao horário.

Geralmente, ocorre que se seu prédio for comercial, as reformas devem ser realizadas de preferência fora do horário comercial. Enquanto que nos condomínios residenciais, a recomendação é para que as obras sejam feitas em regime especial para que incomodem o menos possível os demais moradores.

4. Ter acompanhamento profissional

Você sabia que uma reforma num apartamento pode alterar e comprometer a segurança de todo o prédio e das demais unidades condominiais?

Portanto, para o bem da edificação, do entorno e do seu próprio patrimônio, não faça modificações sem o auxílio de um profissional.

O ideal é você ter um laudo técnico assinado por engenheiro ou arquiteto.

5. Seguir as normas

Vale ressaltar que se for uma reforma mais complexa que possa interferir nos sistemas construtivos, fiação elétrica e parte hidráulica, demolição e/ou construção de paredes, você vai precisar de um responsável técnico.

Isto porque esta obra estará sujeita à norma brasileira ABNT NBR-16.280, de 2015. Este profissional é quem vai assumir a responsabilidade pelo resultado final.

6. Verificar áreas que necessitam de atenção especial

Tomadas estas atitudes mais burocráticas, é hora de ficar atento às áreas do seu apartamento que, por ventura, apresentam áreas expostas à chuva e à umidade em geral.

Principalmente apartamentos de cobertura podem apresentar algum tipo de infiltração. Se este for o seu caso, cuide para que a técnica escolhida para correção do problema seja a melhor do mercado.

7. Pesquisar soluções modernas

Hoje em dia existem soluções modernas que podem ser utilizadas em reformas devido à tecnologia de revestimento com poliéster flexível de alto desempenho.

Esse sistema é aplicado diretamente sobre o piso e nem precisa de quebra-quebra. E ainda você terá um novo piso com uma espessura, no geral, de 3 a 5 mm e acabamento personalizado.

8. Aliar conforto e inovação

Já que você vai fazer uma reforma, que tal aproveitar e também cuidar do conforto térmico?

As paredes, o telhado e laje de uma cobertura, por exemplo, também são responsáveis por trocas térmicas, ou seja, promovem calor no verão e frio no inverno.

9. Solucionar problemas

Se você revestir o telhado com a solução 100% Silicone da Fibersals, a impermeabilização vai diminuir consideravelmente a absorção do calor.

Tudo isso com a garantia de não gerar sobrepeso na estrutura do prédio e de forma que você não venha a sofrer mais tarde com as indesejáveis goteiras.

Fonte: https://fibersals.com.br/blog/coisas-para-fazer-antes-de-comecar-a-reforma/

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

Outras Publicações

× Como posso te ajudar?